Acção de Formação: “Detecção e identificação de talento desportivo”

Carga horária: 6 horas

Número de créditos: Curso certificado pela DGERT e homologado pelo IPDJ, I. P. (Atribuição de 1,2 Unidades de Crédito sendo os créditos são válidos para Treinadores de Grau I, II, III e IV.)

Data e horário: 31 de Outubro de 2015, das 09h00 às 17h00

Local: Assembleia Municipal de Loulé

 

Objectivo Geral

Dotar os formandos dos conhecimentos necessários para a detecção e identificação do talento desportivo.

 

Objectivos Específicos

No final da formação os formandos devem:

– Compreender a diferença entre detecção e identificação do talento desportivo;

– Compreender a dicotomia natureza versus selecção científica;

– Conseguir identificar e descrever os principais modelos de detecção e identificação do talento desportivo;

– Conseguir analisar cientificamente determinantes de performance e de potencial;

– Conseguir identificar as principais dificuldades do talento desportivo;

– Compreender as implicações práticas da identificação e detecção do talento.

 

Programa

– Introdução à detecção e identificação do talento (1 hora);

– Implicações da pesquisa nos modelos de detecção de talento e identificação (30 min);

– Modelos Conceptuais dos modelos de detecção e identificação do talento (30 min);

– Práticas correntes na detecção e identificação do talento (1 hora);

– Dicotomia entre a evidência empírica e a prática (30 min);

– Modelo teórico de Talento Desportivo, a melhor adequação à prática (30 min);

– Workshop: Implicações e discussão de modelos de talento desportivo (2 horas).

 

Formador

Mestre Márcio Domingues

 

Público Alvo

– Treinadores;

– Dirigentes associativos;

– Estudantes;

– Outros Interessados.

 

Modalidade e forma de organização

Acção de formação contínua e presencial

 

Metodologia de Formação

Metodologia prática, voltada para a acção, geradora de experiência e acção. A metodologia da formação é predominantemente participativa e assenta na realização de situações práticas, análise de situações concretas dos formandos, assim como na troca de experiências entre estes e o formador. Os métodos a utilizar serão o expositivo e participativo/activo.

 

Metodologias de Avaliação

Avaliação baseada em perguntas aos formandos e na participação e envolvimento destes na resolução dos problemas relativos aos trabalhos e exercícios práticos, com o intuito de avaliar a aquisição, compreensão e aplicação prática dos conteúdos, bem como o alcance dos objectivos específicos.

 

Entidade Parceira

Câmara Municipal de Loulé

 

Para mais informações / inscrição:

saiba mais aqui